Quem sou eu

Minha foto
José Amaro Quint natural de São José, Santa Catarina, Brazil

F1 - Jacob

Jacob Quint e Francisca Ferreira Quint
(Foto dos 50 anos de casados em 1933-Cedida por Samuel Quint filho de Adolpho e Emilia Porto)
Nascido no dia 18 de maio do ano de 1862, a bordo de um Barco a Vapor em águas brasileiras, a 4 (quatro) dias de viagem do Porto do Rio de Janeiro. Filho primogênito do casal de imigrantes Johann Georg Quint e Sophia Warth, procedentes de Birkenfeld-Prussia, no século XIX, batizado e registrado com o nome de Johann Jacob na Paróquia Evangélica de Confissão Luterana da Colônia Santa Isabel, Freguesia de São José da Província de Santa Catarina.

Em 03 de março de 1883, Jacob quebra as tradições germânicas, casando-se com Francisca Floreana Ferreira, de religião Católica e com aproximadamente 21 anos de idade, nascida e batizada na Paróquia da Freguesia de São José também desta Província.

Moça de origem portuguesa e com miscigenação indígena, filha de Antônio Machado Ferreira e Margarida Francisca da Silva. Sendo o Ato Religioso realizado pelo Vigário Francisco Pedro da Cunha, na residência dos pais de Francisca e assistido pelas testemunhas, Antonio Francisco de Souza e João Francisco de Oliveira.

Chiquinha como era conhecida, dedicava-se principalmente as atividades domésticas, enquanto que Jacob, assim como seu pai tornou-se um grande comerciante no ramo de secos e molhados e panificação. Jacob era conhecido com padeiro, mas também possuía carros de aluguel o que facilitava a viajar e efetuar compra e venda de terras juntamente com seu pai.

Jacob também foi, Capitão Assistente da 2ª Brigada de Infantaria da Guarda Nacional da Comarca da Cidade de São José, nomeado por decreto de 27 de novembro de 1897, tendo recebido a Patente assinada pelo então Presidente da Republica Prudente de Moraes, datada de vinte e cinco de abril de mil oitocentos e noventa e oito.

Em 19 de fevereiro de 1913, Jacob retorna as atividades de padeiro, associando com o seu comercio de secos e molhados e serviços de corro de aluguel, estabelecidos à Rua: Dr. Frederico Afonso de Barros (Hoje apenas Rua Frederico Afonso), reabrindo sua antiga Padaria situada à Rua Padre Cunha (antiga rua do fogo).

Em 29 de dezembro de 1926, fecha um estabelecimento de vendas de secos e molhados e em 07 de dezembro de 1931 outro, a padaria, encerrando assim suas atividades. Tais procedimentos foram solicitados ao Ilmo Sr. Coletor Estadual, conforme registros no Arquivo Histórico de São José.

Aos 24 dias do mês de maio do ano de 1935, às 14h00min, Jacob Quint falece de congestão cerebral, conforme atestou o então médico Dr. Bulcão Viana, deixando testamento, bens a inventariar sua esposa “Chiquinha” e nove filhos nascido em São José: Sophia *26 Dez 1883; Maria Ferreira *09 Mai 1886; Jorge Ferreira Neto *09 Jul 1887; Alice Ferreira *14 Jul 1891; Francisca Ferreira *14 Jul 1892; Jacob Junior *23 Abr 1894; Isabel *22 Dez 1895; Adolpho *01 Jan 1903 e Laura *05 Dez 1904.

Jacob e Francisca não tiveram apenas nove filhos, outros seis completam o total de filhos gerados pelo casal, mas que faleceram prematuramente e sepultados no Cemitério Público de São José: Alice *14 Jan 1885, †05 Abr 1892; Margarida *23 Set 1888, †07 Mar 1919 (Casada); Cecilia *12 Jan 1897, †24 Set 1897; João †05 Abr 1892, aos três meses de idade; João *07 Abr 1899, †31 Dez 1922 e Germano *19 Mai 1901, †10 Jan 1919.

Francisca Ferreira Quint viveu até aos 86 anos de idade, quando aos 14 dias do mês de abril do ano de 1948, ás 05h00min o médico Dr. Paulo Fontes firma o seu atestado de óbito. Chiquinha já muito doente faleceu de insuficiência cardio renal e deixa oito filhos, pois havia perdido no ano anterior sua filha Isabel.

Jacob Quint e Francisca Ferreira Quint foram sepultados no Jazigo Eterno da Família, Cemitério público do Centro Histórico de São José-SC, mas suas lápides desapareceram.

F01 – Professôra Sophia Quint de Souza

(Imagem cedida por Bruna Backs, Bisneta de Sophia e Neta de laura Quint Backs) 

Nascida ás 04h30min do dia 26/12/1883 em domicílio, São José-SC, e batizada na Igreja Matriz desta localidade no dia primeiro de junho do ano seguinte, casou-se com João Bernardino de Souza em 05 de abril do ano de 1906 apenas no civil. João Bernardino era filho de Bernardino José de Souza e Maria do Carmo Souza, tinha 33 anos de idade, era católico e de profissão boleeiro.

Somente no dia 18 de fevereiro de 1911, Sophia Quint de Souza e João Bernardino realizam o casamento religioso, tendo o ato sido realizado pelo Padre Jacob Hoeper na Igreja Matriz do distrito de Santo Amaro do Cubatão, município de Palhoça-SC.

Em 1931 Sophia já contava com numerosa família, quando às 12 horas do dia primeiro de abril seu esposo agora de profissão jornaleiro e com 59 anos de idade, veio a falecer e sem bens a inventariar. João foi sepultado no cemitério público de São José e seu túmulo provavelmente teria sido exumado.

Sophia Quint de Souza, professora aposentada como funcionária pública estadual, faleceu aos 70 anos de idade no dia 18 Jun 1955 às 16h00min em sua residência situada a Rua Afonso Pena no Distrito do Estreito, em Florianópolis-SC. Foi sepultada no Cemitério Publico de São José-SC, Jazigo Eterno da Família Quint, deixando bens à inventariar e 08 filhos.

Alem dos filhos deixados, Sophia e João Bernardino tiveram outros filhos cujos dados omissos não foram encontrados: Alcides nascido em 06 Ago 1907; Olindina nascida em 20 Ago 1908; Osmarina em 16 Ago 1916 e Hildebrando que faleceu aos 10 meses de idade no dia 05 de janeiro do ano de 1919.

- Gentil Quint (*15 Set 1909)- São José-SC, casou na Igreja Matriz de São José-SC em 21 Out 1935, com Ottilia Masoli. Casou no dia 21/08/1957, com Maria Santos de Oliveira, em Lages-SC. (Registros ainda não confirmado)

- Ondina Quint (*26 Out 1910)-São José-SC, casou no Distrito de João Pessoa-São José-SC, em 18/12/1929, com Orlando Malagotti (*05 Nov 1905)-Palhoça-SC. Filho de José Malogotti e de Beatriz Malagotti, passando assinar Ondina de Sousa Malagotti.

- Ida (*13 Mar 1912)-São José-SC, casou no Distrito de João Pessoa-São José-SC, em 28/09/1933, com Cecilinio Domingues (*23 Jun 1909)-São José-SC. Filho de Antônio Joaquim Domingues e de Maria Laura Domingues, passando Ida de Sousa Domingues.

- Judith (*13 Out 1913)-São José-SC, casou no Distrito de João Pessoa-São José-SC, em 13/10/1933, com Olindino Alves Ouriques (*21 Jun 1909), em Capoeiras-São José-SC. Filho de João Alves Ouriques e de Amara Candida de Andrade, passando assinar Judith Souza Ouriques.

- Conceição Quint (*08 Dez 1914)-São José-SC, casou no Distrito de João Pessoa-São José-SC, no dia 09/05/1939, com Gustavo Silva Filho (*31/10/1906). Filho Gustavo Naziazeno da Silva e de Julita da Gama e Silva, passando assinar Conceição Quint da Silva.

- Altino Quint (*31 Jul 1920)-Palhoça-SC, professor estadual, casou na Vila de Catanduvas-Joaçaba-SC, em 11/07/1944, com Cecilia Aurea de Souza (*23 Jun 1924)-São José-SC. Filha de José Oliveira de Souza e de Cecilia Santiago de Souza, passando assinar Cecilia Aurea Quint de Souza. Nesta data Altino e Cecilia já contavam com dois filhos. Ian (*04 Jan 1942)-São José-SC e Ivan (*28 fev 1944)-Joaçaba-SC.

- Laura Quint (*18 Mai 1924)-São José-SC, casou no Distrito de João Pessoa-São José-SC, em 16/03/1943, com Antonio Fontes Domingues (*21 Ago 1917)-São José-SC. Filho de Antonio Joaquim Domingues e de Maria Laura Domingues, passando assinar Laura Quint Domingues.
Em 02/07/1946, nesta mesma localidade Antonio que era telegrafista veio a falecer, deixando uma filha de nome Claudete.
Em 1951, no dia 29 de dezembro, Laura casa-se com Antonio Airton Backs (*18 Mai 1924)-Urubici-São Joaquim-SC, filho de Alice Backs, passando assinar Laura Quint Backs.

- Ivone (*20 Jul 1928)-São José-SC, casou no Distrito do Estreito-Florianópolis-SC, em 27/11/1946, com Lindoufo Francisco (*15 Mar 1920)-Pedras Grande, Distrito de Lauro Müller-Orleãs-SC. Filho de João Francisco e de Patrícia da Silva Francisco, passando assinar Ivone Souza Francisco.

F03 – Maria Ferreira Quint

Nascida no dia 09/05/1886 em domicílio, São José-SC, conforme registro e batismo na Igreja Matriz desta localidade do dia 18 de setembro deste mesmo ano, casou-se civilmente em São José no dia 27 Nov 1909, com Jacintho da Gama Parente, de profissão Artista, filho de Luiz Marques Parente e Augusta Apolinária da Gama. Passando assinar Maria Quint Parente.

Mariquinha como Maria era chamada, faleceu viúva aos 83 anos de idade, às 13h30min do dia 20 Jun 1969, em domicílio São José-SC, deixando um filho de nome Osni Quint Parente, nascido em 14/04/1918 que veio a falecer em 12/04/2000.
Maria e Osni foram sepultados no cemitério público da cidade, onde na lápide consta que Maria teria nascido no ano de 1904.

De acordo com registros encontrados, Maria e Jacintho, ainda tiveram outros filhos os quais deixo aqui registrados, embora dados ainda precisão de melhores pesquisas.

Philomena (*05 Jul 1913) e (†30 Set 1921); Ruth (*12 Abr 1920); Jacy (*03 Jul 1922) nascidos em São José-SC e Nadir (*10 Set 1923) nascida em Florianopolis-SC.

Em 16 de agosto do ano de 1915, Maria batiza uma criança de nome Orlando nascido no dia 30 de julho, como filho ilegítima, provavelmente um filho adotado visto que não consta o nome do genitor. Outros registros ainda estão sendo pesquisados, e, principalmente o óbito de Jacintho da Gama Parente.

F4 - "Jorge Ferreira Quint Neto"

Jorge nasceu no dia 09/07/1887 e foi batizado pelo Vigário da Igreja Matriz de São José-SC no dia 27 Nov do mesmo ano.
Em 18/05/1912, na sala das audiências do Palácio Municipal de Florianópolis e tendo como testemunhas o Desembargador Vasco de Albuquerque Gama, e esposa D. Helena Richter Gama e o Sr. Edmundo Dantas Fernandes, e esposa D. Adelina Riela Fernandes foi realizado o seu casamento civil com Mercedes de Paiva. Nascida em Florianópolis, no dia 15 de julho de 1885, filha do Bacharel José Henrique de Paiva, nascido em Portugal (já falecido) e de Maria Margarida Clarisse Coll nascida na França.
O casamento religioso viria aconteceu somente em 1º de agosto de 1927, e por Jorge se encontrar doente a cerimônia foi realizada pelo Vigário José Egydio Schwerkhorst em residência particular sito à Rua do Fogo em São José.
Em 01/10/1914, Jorge foi nomeado Servente do Tribunal de Justiça, e em 1919, Oficial de Justiça Efetivo. Durante sua permanência no Tribunal Jorge teve outras nomeações, em 26/05/1923 Contínuo do Superior Tribunal de Justiça e em 02/01/1936 Porteiro da Corte de Apelação, chegando ao cargo de Escriturário Padrão I, nomeado em Ato do D.P. de 26 de janeiro de 1949.
Março de 1950, com Decreto Estadual do dia 10, Jorge Ferreira Quint Neto é aposentado com Funcionário Publico Estadual, Escriturário Padrão F, do Tribunal de Justiça.
No Ano seguinte, dia 04 de agosto, em domicilio à Rua Rui Barbosa, Centro de Florianópolis o Dr. Antônio Muniz de Aragão, firma seu atestado de óbito e da como causa da morte Insuficiência Cardíaca, mielite e paralisia. Declarado pelo Sr Amadeu Rocha, Jorge deixou 05 filhos: Geriacy 28 anos; Noélia 37 anos; Alda 34 anos; Nídya 31 anos e Roberto 29 anos, todos nascidos em São José.
Seu corpo foi sepultado no Cemitério Público de Florianópolis-SC (Itacorubi), sendo seu túmulo exumado em 13 Abr 1957. 
Mercedes Paiva Quint viveu até aos 90 anos de idade,  vindo a falecer por asfixia (aspiração de vomito) no dia 27 de maio de 1976, à Avenida Santa Catarina no Distrito do Estreito. Seu corpo foi sepultado no cemitério São Francisco de Assis, em Itacorubi-Florianópolis-SC.

- Geriacy Paiva (*23 Abr 1913) (Aguardando pesquisas);

- Noélia Paiva (*24 Dez 1914) Casou em 17 Fev 1955 em Florianópolis, com Guilherme Madsem, passando assinar Noélia Quint Madsen. Faleceu no Hospital Governador Celso Ramos em Florianópolis, no dia 18 Ago 1971.

- Alda Paiva (*05 Nov 1917) Casou em 05 Jan 1943 em Florianópolis, com Mario de Freitas Noronha, nascido em Florianópolis no dia 02 Mai 1912, filho de João da Mota de Freitas Noronha (falecido) e de Maria Emilia de Freitas Noronha, passando assinar Alda Quint de Freitas Noronha.

- Nídya Paiva (*24 Abr 1920) Casou em 1º Jul 1950 em Florianópolis, com seu primo Jair Quint, nascido em São José no dia 17 Ago 1919, filho de Jacob Quint Junior e Virginia Quint.

- Roberto Claudio Paiva (*01 Jul 1922) Casou em 05 Set 1946 no Estreito-Florianópolis, com Ivone Clara Martins nascida em Florianópolis no dia 21 Out 1926, filha de Filippe Santiago Martins e Maria José Alves Martins, passando assinar Ivone Clara Martins Quint. Ivone faleceu em 19 Jun 2005, foi sepultada no cemitério publico de Florianópolis (Itacorubi).
F5 - " Margarida Quint "

Nascida no dia 23/09/1888 em domicílio, São José-SC, conforme registro de batismo na Igreja Matriz desta localidade do dia 10 de feveiro de 1889, casou-se civilmente em São José no dia 16 Dez 1915, com  Licinio Alves Ouriques, de profissão boleeiro, filho de José Alves Ouriques e Amélia da Roza Ouriques. Passando assinar Margarida Quint Ouriques.

Com menos de quatro anos de casada, Margarida já contava com 03 filhos, quando no dia 12 jan 1919 perde o filho caçula de nome Orlando Alves Ouriques, que no dia 09 de janeiro último tinha sido batizado. Orlando nasceu no dia 15 de setembro de 1918. 
Às 14h00min do dia 06 de março deste ano de 1919, conforme atestado firmado por Licinio Alves Ouriques, que em sua residência cito à Rua Padre Cunha e sem assistência médica, sua esposa Margarida Quint Ouriques havia falecido.

Margarida que contava 30 anos de idade deixou dois filhos menores, Olindina com três anos de idade e Osmar com um ano e cinco meses. Orlando e Margarida tiveram seus corpos sepultados no cemitério público e São José.
Licinio Alves Ouriques, faleceu em 19 Nov 1952-São José-SC. Deixando alem de seus dois filhos a sua segunda esposa, Thereza Garcia Ourigues.
São José-SC, 24 Abr 1934 (Esta foto pertencia a Juracy Quint de Souza)
- Olindina Alves Ouriques (Tidinha) (*21 Set 1916) e batizada em 14 de dezembro-São José-SC, professora publica domiciliada em Orleans-SC,  casou no dia 31 Jan 1936-São José-SC, com Oscar Cardoso Machado (*09 Jul 1908), farmacêutico, residente em Orleans-SC. Filho de Oliveira Corrêa de Souza e de Serafina Cardoso da Rocha Corrêa, passando assinar Olindina Ouriques Machado.
Faleceu em 06 Ago 1955 (Lápide tumular do Jazigo da Família Quint)

- Osmar Alves Ouriques (Didi) (*07 Out 1917) e batizada em 20 de abril de 1918 em São José-SC, Marinheiro da Armada, domiciliada na Base da Aviação Naval em Florianópolis-SC,  casou no dia 24 Abr 1941, com Hilta Teodoro Gandolfi  (*12 jun 1919), filha de João Virginio Gandolfi e de Brandina Teodoro Gandolfi, passando assinar Hilta Gondolfi Ouriques.
Faleceu em 28 Mai 2006 (Lápide tumular do Jazigo da Família Ouriques, onde consta o sepultamento de seu pai e avós paterno).

F06 - “Alice Ferreira Quint”

Nascida ás 06h00min da tarde do dia 14/07/1891 em domicílio a Rua do Fogo (hoje Rua Padre Cunha), São José-SC, foi batizada na Igreja Matriz desta localidade no dia 24 de abril do ano seguinte.  
Alice Ferreira Quint,  foi servidora pública da Prefeitura Municipal de São José-SC onde se aposentou, residia a Rua Padre Cunha número 45, mas nunca chegou a se casar. Faleceu de insuficiência respiratória-caquexia por velhice aos 94 anos de idade. Seu óbito ocorreu no dia 19 de abril de 1986 às 15h00min no Hospital São Francisco de Assis do Município de Santo Amaro da Imperatriz. Seu corpo foi sepultado no cemitério publico de São José-SC (Jazigo da família Quint).

F7 - " FRANCISCA FERREIRA QUINT " (Chiquinha)

*14 Jul 1892-São José-SC. Batismo Católico em 27 Nov.
ØCivil em 21 Dez 1912-São José-SC, com Manuel Jacintho de Souza, filho de Jacinto Euzébio de Souza e Silvana Carolina de Souza.
-Francisca Quint de Souza, †01 Dez 1974-Sto Amaro da Imperatriz-SC.
-Manuel Jacintho de Souza, †26 Jul 1977, com 92 anos de idade -Sto Amaro da Imperatriz-SC.

F8 - "JACOB QUINT JUNIOR" (Jacozinho)

*23 Abr 1894-São José-SC.
ØCatólico em 04 Mar 1916, com Vírginia Julia Da Rosa, *26 Jun 1898, filha de Manoel Ferreira Xavier e Julia Luiza Da Rosa. Ø Civil em 15 Dez 1954.
-Jacob Quint Junior, †02 Jan 1966-São José-SC.
-Virginia Quint, †16 Dez 1979-São José-SC.

F9 - " ISABEL QUINT " (Bebela)

*22 Dez 1895-São José-SC.
Ø Civil em 27 Set 1919-São José-SC, com Jacintho Euzébio de Souza Junior, *26 Jul 1895, filho de Jacinto Euzébio de Souza e Silvana Carolina de Souza.
-Isabel Quint de Souza, †03 Fev 1947-Palhoça SC.
-Jacintho Euzébio de Souza Junior, †28 Jul 1948-Palhoça-SC.

F14 - " ADOLPHO QUINT "

*01Jan 1903-São José-SC.
ØCivil em 28 Out 1968-São José-SC, com Emilia Porto, *09 Ago 1912-São José-SC, filha de Marcilio da Silva Porto e Anna Joaquina Porto.
-Adolpho Quint, †25 Jan 1973-Florianópolis-SC. (Cemitério Público de São José-SC)
-Emilia Porto Quint, † ?.

F15 - " LAURA QUINT " (Lilica)

*05 Dez 1904-São José-SC.
ØCívil em 05 Jan 1933-São José-SC, com Hugo Friedrick Schmeil, *18 Nov 1899-Alemanha, filho de Gustavo Schmeil e Maria Schmeil.
-Laura Schmeil, † ?.
-Hugo Friedrick Schmeil, † ?.
(Pagina atualizada em 27 Nov 2011)









14 comentários:

  1. Primo, primo! Que nostalgia... Ainda lembro o rostinho da vó Laura ao ver essa foto, quando perguntei se ela lembrava quem eram: "Meu Deus! São Vovô e Vovó!!!" Adorei a postagem, que orgulho da nossa Família!

    Beijos

    Bruna

    ResponderExcluir
  2. OLÁ! SOU A NETA MAIS VELHA DA VÓ IVONE... FILHA DE OGÊ FRANCISCO, O MAIS VELHO DOS FILHOS DE VÓ IVONE E VÔ LINDOLFO... AGRADEÇO IMENSAMENTE SEU TRABALHO DE RESGATAR NOSSOS ANTEPASSADOS... UMA BELA HISTÓRIA...UMA ENORME BEIJO, ANDREA!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Andrea! Um trabalho só é importante quando tem seu devido reconhecimento. Obrigado por esta demonstração e carinho. Um grande beijo.

      Excluir
  3. Oi! Eu sou Melissa,filha de Ivan Quint Souza, neta de Altino Quint e Cecilia Aurea Quint Souza. Estou adorando conhecer nossos antepassados, é lindo esse trabalho!!!! Parabéns e obrigada!!!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Melissa! Obrigado pela força e informações prestadas. Um abraço.

      Excluir
  4. Olá José,
    Sou Jair Cordeiro Lopes, casado Com Brandina Margarida Ouriques Lopes (20/05/1951), filha de Osmar Alves Ouriques e Hilta Gandolfi Ouriques. De nossa união nasceram Augusto Ouriques Lopes (06/02/1978) e Adriano Ouriques Lopes (12/05/1980).
    Gostei muito de teu saite, as informações sobre a família Quint são preciosas. Também descendo de uma família de São José: Família Teodoro da Silva, se você quiser dar uma olhada nos meus antecedentes, o nome do meu avô era: Joaquim Teodoro da Silva.
    Abraços, JAIR.
    Meu email: oveque@hotmail.com

    ResponderExcluir
  5. oi jose! sou neta de altino quint souza,e filha de ian quint souza. Amei seu trabalho. muito importante resgatar nossas origens.obrigada

    vanuza
    meu email: vanuzapamplona@hotmail.com

    ResponderExcluir
  6. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  7. bem sou filho de Virginia Stela quint filha de ( Gercio Saul Quint que por sua vez é filho de Jayme e Nilza) e Gilson Reis Barbosa e se vc é primo do meu avô então seus pais são tios dele o que torna vc meu primo primo avô de 3.º grau paralelamente ja que não é filho de jayme e nilza e sim filho de Jacy quint e Ely maria ,e seus filhos são meus primos primos em 4º grau,o senhor seria meu tio avo de 2 º grau se fosse irmão de meu avô

    ResponderExcluir
  8. Meu avô é trineto de Jorge e Sophia, minha mãe é tataraneta de Jorge e Sofia, então eu sou penta neto de Jorge e Sophia, muitas linhagens

    ResponderExcluir
  9. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  10. Oi José!
    Eu sou Eldemir Ouriques, neto de Sophia Quint de Souza, filho de Judith e Olindino Alves Ouriques.
    Parabéns, e muito obrigado pelo excelente trabalho na construção da árvore genealógica dos nossos antepassados!
    Moro em Maceió-AL.
    eldemir.ouriques@bom.com.br

    ResponderExcluir
  11. Corrigindo e-mail: eldemir.ouriques@bol.com.br

    ResponderExcluir
  12. Muito legal esse trabalho, meu nome é João José Ouriques, filho de Onildo Sebastião Ouriques e neto de Onildo ALVES OURIQUES, bem provável sejamos parentes.

    Abraços a todos

    ResponderExcluir